top of page
Leaf Pattern Design

Bad Karma ao vivo na Tarde do Rock


O que era um Blues arrastado no albúm Dancing on the Bottleneck virou um Rock'n'Roll estradeiro. Este é o primeiro registro dessa versão.

A música é mais uma parceria com o poeta Mateus Machado, que ajudou a completar a letra da canção. "Bad Karma nasceu como um Blues e no início só tinha os versos que hoje são a ponte da música (Ain't got no money for my cigars...) e o título. A letra do Mateus trouxe nova força", conta André.

A banda pretende fazer um registro mais lapidado dessa nova versão. "Nos ensaios, essa música tem agradado, mas na Tarde do Rock faltou um pouco de guitarra na mixagem. Gravar um clipe de Bad Karma é mais um dos projetos em andamento", comenta o guitarrista. Uma curiosidade é que a música, em sua versão original, já contava com o baixo de Nilton, na época um dos muitos convidados que participaram da gravação de Dancing on the Bottleneck.

bottom of page